Passarela Cosméticos Macaé

Top Navigation

Dicas para seu tipo de cabelo

Que tipo de produto você deve usar para cuidar do meu cabelo? Não há mal em experimentar coisas novas, mas o indicado é usar aqueles para o seu tipo de cabelo ou estado em que ele se encontra. A brincadeira de testar a primeira máscara que vê pela frente deve acontecer só de vez em quando. Caso contrário, os fios e o couro cabeludo podem ficar sobrecarregados, o que causa dermatite e até mesmo queda de cabelo. Para não errar a mão, identifique as características de suas madeixas e use e abuse das dicas dos experts Marco Antonio de Biaggi, Rodrigo Cintra e Celso Kamura para conseguir o melhor cabelo da sua vida.
     

Liso
· Aparência: as cutículas ("escamas" queratinizadas que circundam a parte externa da fibra) são fortemente aderidas ao córtex (onde estão deposita
das todas as informações do fio, como cor, estrutura, rigidez, elasticidade, textura...) e por isso perdem pouca água para o ambiente, ou seja, não apresentam problemas de desidratação graves. Por isso, fios lisos apresentam alinhamento uniforme e balanço suave e definido.
· Reclamação mais comum: os penteados soltos têm pouca durabilidade e sempre estão com a mesma cara.
· Solução: com um babyliss médio (os largos não darão conta dos fios lisos e pesados) e um modelador térmico, faça cachos desconectados. Também é possível dar forma ao cabelo com o auxílio de bobes de velcro. Importante: são se esqueça de finalizar o penteado com um fixador em spray ou pomada.

Encaracolado / Cacheado
· Aparência: os fios formam anéis, abertos ou fechados. Desidratam com facilidade, já que possuem cutículas menos próximas ao córtex. Segundo o hairstylist Wagner Lisboa, da Ophicina do Cabelo, no Rio de Janeiro, 73% das mulheres têm cabelos ondulados ou cacheados. "As cacheadas são as que mais sofrem com pontas secas, volume excessivo, falta de brilho e frizz", diz.
· Reclamação mais comum: os cachos perdem a forma e ganham volume se penteados e só ficam bonitos quando lavados todo santo dia.
· Solução: "Na hora de lavar, dê a última enxaguada com água fria", recomenda Giovane França, da Maison Vitalícia, no Rio de Janeiro. "Ajuda a fechar as cutículas e a aumentar o brilho", conta. Escovas e pentes são inimigos desse tipo de cabelo, já que tiram a forma natural dos cachos. Então, penteie os fios quando ainda estiverem úmidos e aplique um ativador de cachos.

Ondulado
· Aparência: quanto à estrutura, ele se assemelha ao tipo liso, porém difere quanto ao formato do comprimento — os fios não se mantêm exatamente lado a lado; eles criam ondas suaves.
· Reclamação mais comum: a indefinição. Em um dia acorda mais para o liso, no outro mais para o cacheado.
· Solução: assuma que tirou a sorte grande. "É possível ter um shape liso com uma escova rápida ou definir os cachos em pouco tempo com o babyliss. Só não se esqueça do protetor térmico em ambos os casos", ensina o hairstylist Henry Hansen, do HBD Spa, no Rio de Janeiro. Crespo

Crespo
· Aparência: a estrutura anatômica das cutículas faz com que a água presente no interior da fibra evapore mais facilmente, o que dá aparência de fios ressecados. "Em alguns casos, o sebo produzido pelas glândulas sebáceas não se espalha por todo o comprimento do fio. Resultado: raiz oleosa e pontas secas", fala Guilherme Andrade, técnico da marca Max Beauty.
· Reclamação mais comum: além do ressecamento, mulheres com madeixas crespas reclamam do excesso de volume.
· Solução: opte por processos químicos que modificam a estrutura dos fios, como alisamentos suaves que preservam a forma dos cachos. Para manter o cabelo saudável, é essencial utilizar produtos ricos em ativos umectantes como manteiga e queratina, desde o xampu até a máscara.

Afro
· Aparência: cachos bastante fechados, geralmente apresentam-se muito secos, com escamas abertas e alto teor de frizz.
· Reclamação mais comum: dificuldade em controlar o volume.
· Solução: o ideal é fazer relaxamento para soltar os cachos em vez de alisá-los. O processo de alisamento torna a mulher escrava da técnica, uma vez que a raiz cresce rapidamente e revela a forma natural dos fios. "Apesar de ser volumoso, o cabelo afro é o mais fino e frágil de todos. Por esse motivo, também é importante evitar as luzes muito claras", completa Wagner Lisboa.

Fino
· Aparência: fio fino não é sinônimo de cabelo ralo, embora muitas mulheres com esse tipo de cabelo também reclamem da falta de volume.
· Reclamação mais comum: falta de volume e fios frágeis.
· Solução: "Caso tenha cabelo fino e liso (ou ondulado), desembarace os fios com pentes com dentes bem próximos um dos outros", diz Ademir Jr. "Tais acessórios aumentam a eletricidade estática dos fios, dando mais volume." O contrário serve para as donas de cabelos finos e crespos: elas devem usar pentes de madeira (que não provocam o frizz) de dentes largos. Para encorpar o cabelo, abuse de doadores de volume. Só cuidado para não errar na mão e acabar com o visual pesado.

Grosso
· Aparência: assim como o exemplo anterior, fios grossos podem ser lisos, ondulados, cacheados...
· Reclamação mais comum: a combinação do fio grosso + estrutura ondulada ou crespa geralmente é sinônimo de cabelo com volume.
· Solução: controle e hidratação são as palavraschave para esse tipo de textura. O leave-in é um produto indispensável, em creme ou sérum.

Oleoso
· Aparência: os fios parecem estar "sujos" mais rápido do que o normal. Isso porque o couro cabeludo produz maior quantidade de suor.
· Reclamação mais comum: em apenas algumas horas, o cabelo perde leveza e fica pesado próximo ao couro cabeludo.
· Solução: é preciso testar vários produtos até descobrir qual mantém os fios soltos e leves durante o dia todo (ou, se tiver muita sorte, por um tempo maior do que esse). Dependendo da quantidade da oleosidade, até produtos específicos podem comprometer o resultado. Dica importante: não passar condicionador, máscara ou leave-in próximo à raiz.

Normal
· Aparência: é o quadro perfeito: apresenta hidratação balanceada, ou seja, os fios não possuem aspecto áspero nem pesam pelo excesso de suor.
· Reclamação mais comum: por ser fácil de cuidar, as donas de cabelos normais costumam negligenciar cuidados básicos, como desembaraçar os fios com delicadeza, nutri-los periodicamente... Resultado: sofrem com pontas duplas e fios quebradiços.
· Solução: inclua nos cuidados diários produtos como xampu e condicionador com ação hidratante ou antiquebra.

Seco
· Aparência: escamas abertas, pontas duplas e aspereza são as principais características desse tipo de cabelo.
· Reclamação mais comum: os fios embaraçam com facilidade e sofrem com a falta de brilho.
· Solução: opte por produtos com alto poder de hidratação, desde o xampu até os cremes de tratamento noturno. Máscara de hidratação intensiva é outro item que não pode sair do seu banheiro. Procure utilizá-la no mínimo a cada 15 dias.

Alisado
· Aparência: a química faz com que os fios percam o balanço natural, sobretudo quando expostos a processos repetitivos. "Tanto no alisamento quanto no relaxamento, as ligações de enxofre presentes no córtex da fibra capilar são quebradas, causando também a perda de massa", explica Guilherme Andrade.
· Reclamação mais comum: dependendo do processo de alisamento utilizado, algumas mulheres reclamam de ressecamento excessivo, enquanto outras afirmam que os fios se tornam mais oleosos depois do processo químico.
· Solução: "Ao retocar o alisamento, deve-se evitar ao máximo repassar o produto nos fios que já foram alisados anteriormente. Hidratações e tratamentos complementares para repor os nutrientes perdidos pelo processo químico são essenciais", diz Henry Hansen.

Colorido
· Aparência: cabelos submetidos a processos químicos como a coloração ficam mais opacos, porosos e não conseguem manter a cor artificial por muito tempo.
· Reclamação mais comum: o cabelo desbota já nos primeiros dias após a aplicação da tintura. As loiras sofrem com um problema extra: a mudança de cor (ora ficam amarelados, ora ficam esverdeados).
· Solução: aposente os produtos "comuns". Só é possível proteger a cor dos fios apostando naqueles específicos para cabelos coloridos, que preservam os pigmentos artificiais e protegem os fios da oxidação. "A melhor forma de evitar danos à cor é usar diariamente um finalizador sem enxágue com proteção solar", afirma a hairstylist Neiva Pena, de São Paulo. Caso seu cabelo já apresente mudanças de cor, como aquele esverdeado característico que atinge as loiras que tiveram contato com a água da piscina, a profissional aconselha lavar os fios com leite, que neutraliza o efeito e ajuda a recuperar o cabelo.

Danificado
· Aparência: submetidos ao excesso de escova e chapinha e aos constantes processos químicos, os fios ficam rebeldes e desvitalizados, perdendo o brilho natural.
· Reclamação mais comum: cabelo sem vida, ou seja, com pouco ou nenhum brilho, além de apresentar níveis altos de ressecamento e frizz.
· Solução: para que o cabelo não acorde rebelde pela manhã, Neiva Pena aconselha fazer uma trança frouxa antes de dormir. "De quebra, o cabelo ganha um formato ondulado, que é a grande tendência", completa a profissional.

Envelhecido
· Aparência: a ação do tempo e a queda de hormônios femininos desencadeiam o processo de perda de massa. O resultado: cabelo ralo, fino e quebradiço.
· Reclamação mais comum: os fios ficam mais fracos do que de costume, o que leva à quebra.
· Solução: procure produtos e tratamentos à base de queratina e proteína, que devem ser usados a cada dez dias pelo menos. "Além da hidratação e da reconstrução, o uso de finalizadores é ideal para domar esse tipo de cabelo e controlar o frizz", fala Neiva.

Endereço

Rua Silva Jardim, número 128
Centro - Macaé - RJ

Telefone:

(22) 2762-9109

Fax:

(22) 2759-2555
Traduzido Por: Mais Template - Designed: Blogger Templates